/* title to get the post title */ function getPageTitle() { global $wp_query; return get_post_title($wp_query->post->ID); } /* Add shortcode */ add_shortcode('page_title', 'getPageTitle');

O Balcão do Migrante da Mutualista Covilhanense, instalado na Avenida de Santarém (Covilhã), acaba de integrar a rede da Organização Internacional das Migrações (OIM), assumindo-se como o primeiro parceiro desta entidade intergovernamental na Cova da Beira para o Programa de Apoio ao Retorno Voluntário e à Reintegração, mais conhecido por ARVoRe. O Balcão passa, assim, a prestar apoio aos estrangeiros a residir na região que queiram regressar voluntariamente aos seus países de origem.

Destinado a migrantes com nacionalidade que não europeia, o programa, este ano com a designação de ARVoRe VIII, é financiado em Portugal pelo Fundo Asilo Migração e Integração (FAMI) e pelo Governo através do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), prevendo aconselhamento, possibilidade de apoio psicossocial antes da partida, organização da viagem até ao destino, bilhete de avião e entrega de dinheiro de bolso para outras eventuais despesas durante a deslocação, acompanhamento no aeroporto de Lisboa no dia do voo e, nalgumas situações, apoio financeiro para ajudar a recomeçar a vida no país de origem. O programa envolve, para cada caso, a criação de um plano individual de reintegração, bem como acompanhamento durante um período de seis meses após o regresso.

“O Balcão do Migrante tem como missão auxiliar na integração dos estrangeiros que se fixam na nossa região nas áreas documental, jurídica, social e outras, mas também os que decidem partir para outro país e é neste contexto que surge a parceria com a Organização Internacional das Migrações, com vasta experiência na área, entidade líder intergovernamental em matéria de migrações”, explica Nelson Silva, presidente da Direção da Mutualista Covilhanense. “A parceria possibilita que os estrangeiros que queiram regressar aos seus países façam a inscrição no ARVoRE VIII diretamente no Balcão do Migrante, onde podem ter acesso a toda a informação relevante e o devido acompanhamento”, acrescenta Nelson Silva.

Criada em 1951, a OIM está presente em Portugal desde 1976. Contando com 173 Estados membros, oito Estados com estatuto de observador e 393 escritórios em mais de 150 países, a OIM dedica-se a promover as migrações de forma humana e ordenada em benefício de todas as partes envolvidas, através da prestação de serviços e aconselhamento aos migrantes e do apoio técnico e assessoria aos governos. O ARVoRE VII é uma das iniciativas mais relevantes da OIM.

O Balcão do Migrante da Mutualista Covilhanense, criado no ano passado em parceria com o Alto Comissariado para as Migrações (ACM), está aberto de segunda a sexta-feira, das 10h30 às 12h30 e das 14h30 às 17h30, e realiza atendimentos sob marcação, através do nº 926 470 634 (telemóvel e whatsapp) e do email balcão.migrante@mutualista-covilhanense.pt.

Share This